A neve e o tempo |Resenha|

Davos-Platz é hoje um povoado suíço muito semelhante aos demais. Estação de esqui durante o inverno, pasto para os rebanhos durante o verão e um vilarejo tramontano nos entremeios. Durante poucos e gélidos dias de janeiro, Davos é palco para um dos mais renomados fóruns econômicos mundiais – porém, não tardiamente, retoma sua toada bovina,…

Grandes mulheres retratadas na obra de Ann Shen |Resenha|

Você já deve ter se perguntado durante as aulas de história: e onde estão as mulheres? Quais foram as contribuições femininas para o mundo? Essas perguntas, infelizmente, não são respondidas na escola. É preciso pesquisar fundo para adquirir conhecimento dos feitos femininos durante a história humana. O livro Bad Girls Throughout History – 100 Remarkable…

Harry Potter e a popularização de personagens femininas na literatura infanto-juvenil |Notícias|

Os livros da série “Harry Potter” foram um marco para a literatura infanto-juvenil pela narrativa que destaca personagens femininas, geralmente apagadas no meio literário. A especialista em literatura infanto-juvenil Priscila Mana Vaz afirma que “Harry Potter” inovou a literatura infantil por popularizar a narrativa em formato de universo – a história ocorre dentro de um…

Dama do Crime volta em mais um suspense eletrizante |Resenha|

A Mão Misteriosa foi publicado pela primeira vez em 1942. Escrito por Agatha Christie, ele faz parte dos mais de 70 livros de mistérios publicados pela consagrada autora. A história é narrada em primeira pessoa por Jerry Burton, um piloto de avião que após sofrer um acidente é aconselhado por seu médico a procurar um…

Fernanda Torres falha em sua estreia na literatura |Resenha|

Aclamada na telinha e palcos do brasileiros, a atriz Fernanda Torres também se aventura no campo da escrita. Em 2010, começou a escrever na coluna do jornal Folha de São Paulo e, em 2013, lançou seu primeiro romance, “Fim”. Nessa sua primeira experiência na ficção, ela traz uma narrativa interessante, mas repetitiva, o que cansa…

Amor à moda nova |Resenha|

“Amor à Moda Antiga” (2016) é , até agora, o último livro de poesia de Fabrício Carpinejar. O cronista do amor ficou três meses no bairro de Petrópolis, em Porto Alegre, escrevendo uma poesia por dia. Foram 90 textos feitos em uma Olivetti Lettera 82, verde-esmeralda, que ganhou de aniversário. Eles não passaram por nenhuma…