Fernanda Torres falha em sua estreia na literatura |Resenha|

Aclamada na telinha e palcos do brasileiros, a atriz Fernanda Torres também se aventura no campo da escrita. Em 2010, começou a escrever na coluna do jornal Folha de São Paulo e, em 2013, lançou seu primeiro romance, “Fim”. Nessa sua primeira experiência na ficção, ela traz uma narrativa interessante, mas repetitiva, o que cansa e deixa a leitura monótona. O livro “Fim” acompanha a história de cinco amigos cariocas já em seus momentos finais de vida. Idosos e debilitados, eles repensam em momentos chaves da amizade do grupo e como suas vidas se desenrolaram até chegar as suas mortes.

A obra é dividida em cinco partes, cada uma contada do ponto de vista dos personagens criados. Álvaro, Sílvio, Ribeiro, Neto e Ciro. Nessa ordem, vemos flashes de suas vidas e o momento em que morreram. O primeiro amigo a contar sua história é Álvaro, homem apático à vida e o último dos amigos a morrer. Sua parte do livro é interessante e, como ainda está no início da obra, o leitor fica instigado em ler mais. No entanto, conforme o decorrer de cada personagem, a autora não consegue crescer na narrativa e aparenta nunca sair do mesmo ponto. Silvio, que sofre de Parkinson, mostra como doenças podem afetar a vida de uma pessoa com o tempo. Já Neto, que viveu um casamento monótono, sofre com a dicotomia de sentir saudades e odiar a falecida mulher. Ambos, Silvio e Neto, são personagens chatos e desinteressantes.

Resultado de imagem para fernanda torres fim

Entre todos os personagens, Ciro é o que mais prende a atenção por sua história. Boêmio, conheceu Ruth e logo ficou encantado. O relacionamento entre eles é descrito por todos os amigos como uma chama singular. Namoraram, casaram e se amaram. No entanto, existia um problema: eles se conheciam demais. Com o tempo, a relação perfeita vai por água abaixo. O drama entre eles é complexo e entre amor e traição, ambos se balançam em uma linha tênue do casamento. Ruth foi cobiçada por mais de um membro do grupo de amigos. Ribeiro, que não percebeu a velhice se aproximando, teve sempre um desejo profundo por ela. Mesmo com a idade, ele não deixa que isso o restringe de seus desejos sexuais e viagra, para ele, é “revolucionário”.

Mulheres, festas, família e companheirismo são presentes em “Fim”. As esposas – atuais ou antigas – e filhos são sempre citados durante o livro, o que resulta em histórias engraçadas e trágicas. Fernanda Torres retrata a velhice como um momento decadente de seus personagens. Mesmo com todas as críticas, a autora acertou em retratar a ilusões perdidas que seus personagens sofreram, o que condiz com o cotidiano do ser humano. Além disso, ela conseguiu criar uma atmosfera tensa na medida certa. Nesse quesito não podemos deixar de aplaudir fortemente a autora. Sua escrita tem potencial, mesmo a história não tendo sido muito favorável.

Sua obra surgiu de outro livro que seria publicado pelo diretor Fernando Meirelles, que acabou não tendo continuidade. Fernanda Torres decidiu persistir com o projeto e teve sua estreia na literatura. Um fato pode ser concluído: Fernanda deixou a desejar. Em sua contracapa, João Moreira Salles anuncia o nascimento de uma escritora que está entrando em cena. Até que ponto o sucesso em outras artes influenciou intelectuais a aclamarem precipitadamente Fernanda Torres na literatura? Só podemos esperar próximos trabalhos para ver se ela realmente merece o título que muitos a consagraram.

Resenha: Nathália Afonso
Fotos: Divulgação

26 comentários Adicione o seu

  1. Poxa, eu amo livros de romance mas alguns realmente deixam a desejar! Muitos até chegam a ser repetitivos. Esse me parece ser interessante, já que ocorre entre cinco amigos no final de vida! Creio que esse deve ser o ponto interessante da narrativa haha bjs amei a resenha!

    Curtir

  2. Ane Lopes disse:

    Mas se é tão ruim assim, será que ela vai fazer outros livros ? Eu não estou muito por dentro dessa parte literária brasileira, Prefiro os autores internacionais, já tentei mas não da pra mim rsrs que bom que você fez esse post,agora nem me atrevo a comprar pra ler. Bjs e boa sorte com o Blog 😗😗

    Curtir

  3. Sou apaixonada com a Fernanda como atris que eu seja também como leitora. Adorei a novidade boa . Beijos

    Curtir

  4. nivea veigas disse:

    Nossa eu nunca imaginaria que ela teria escrito qualquer coisa nessa vida, acompanhava quando criança as novelas mais não sabia que a atriz também escrevia. parabéns a atriz pelo potencial e que ela consiga escrever outros romances mais favoráveis.
    parabéns pelo ótimo trabalho ❤ .

    Curtir

  5. Taay disse:

    Não sabia da existência desse livro até chegar na sua resenha! HAHAHAHAHA Eu nunca fui muito fã da Fernanda Torres e confesso que é um livro que eu não leria, mesmo a história retratando algo que condiz com o nosso cotidiano.
    Gostei bastante da resenha. bjuxxx

    Curtir

  6. Ary Teixeira disse:

    Que interessante, nem sabia que a Fernanda Torres escrevia. hahahah Mas senti interesse em ler pra ver no que deu né. Legal, curti a resenha.

    Sucesso!

    Curtir

  7. Andreza P Siqueira disse:

    Olá
    Nossa acredita que eu não sabia que a Fernanda torres também era escritora rs, e nem imaginava que ja tinha uma obra dela circulando as livrarias. Pelo resumo o livro e não tanto interessante mas a curiosidade de ler e maior.
    Bjos

    Curtir

  8. Juliana Wulpi disse:

    Rapaz, que ousadia nessa resenha. Gooooxto assim. Adorei sua sinceridade, o fato como descreveu os personagens, a história, a crítica, tudo. Fernanda Torres é uma atriz maravilhosa e não conhecia o lado escritora. Confesso que mesmo com sua crítica, fiquei instigada a ler o livro. Gostei da proposta. Talvez eu ache repetitivo também, mas pelo menos vou ter uma experiência nova.
    Beijoos ❤

    Curtir

  9. Jamile Harbor disse:

    O que irei confessar pode até parece mentira, mas até então, nem sabia que ela tinha escrito um livro. KKKKKKKKKK. Eu acho ela uma otima comediante, gosto dos trabalhos dela, principalmente o que a colocou na posição que a se encontra com o seriado semanal, OS NORMAIS e outras participações da humonista. Mas, vamos aguardar para saber como ela irá se sair, nós proximos livros.

    Curtir

  10. Bruna disse:

    Que legal não sabia que Fernanda torres agora escrevia livros. Eu acho ela uma grande atriz mas escritora pra mim é nova, achei bem legal seu ponto de vista. Parabéns pelo post

    Curtir

  11. Lydianne Rihs disse:

    Uau, isso sim que é uma resenha de qualidade! Conheço a atriz e confesso que ficou muito “modinha” se aventurarem na escrita e no fim acabam não fazendo uma boa escrita, sua resenha me mostrou exatamente isso, há pessoas que não tem talento para escrever, mesmo sendo uma pessoa na mídia, eu particularmente não me senti atraída pela leitura, já que ela está no meio espero que publique mais obras interessantes.

    Sucesso!

    Curtir

  12. Daianny Rocha disse:

    Uau, que livro é esse? E quanta ousadia em você menina, não tem como não se surpreender com suas palavras. Fernanda Torres é uma boa atriz, estou curiosa co seu trabalho na área da literatura, gostei da base do livro e me sinto curiosa e tentada a comprar ele. Beijinhos. adorei a resenha.

    Curtir

  13. Acho que deveríamos dar uma nova chance à Fernanda, como estreante seria normal um pouco de “desleixo” durante a narrativa, mas é bom ver escritores brasileiros se lançando nessa esfera cheia de desafios e preconceitos. Por outro lado é um pouco cedo consagrá-lá tanto, como você disse, vamos aguardar pelos próximos! Abraços 😊

    Curtir

  14. Thai Santos disse:

    Oiee!!

    Não sabia que a Fernanda Torres tinha lançado livro, e é uma pena ter falhado nisso…

    Mas quem sabe da próxima dá certo?

    Abraços

    Curtir

  15. Já tinha visto esse livro por aí, mas não me atraiu muito não. Que pena que deixou a desejar…
    Beijos
    Mari
    http://www.pequenosretalhos.com

    Curtir

  16. Luana Souza disse:

    Vish, saber que a velhice foi retratada como algo decadente desanima qualquer um! Pra ser bem sincera, eu não gosto de ler livros sobre velhice pois não gosto de pensar muito nisso. Pra ser bem sincera, eu mal conheço o trabalho dela como atriz, e não sei se gostaria de ler esse livro :p

    De toda forma, gostei muito da sua resenha e da forma como você abordou a história 🙂

    Curtir

  17. Marcia disse:

    Ela é uma ótima atriz , não sabia desse lado escritora . Pelo visto a primeira obra não agradou muito, mas quem sabe as próximas não sejam melhores …gostei da sua resenha ! Bjs

    Curtir

  18. Lais de Paula disse:

    Realmente não sabia que a Fernanda já tinha escrito um livro. Real. Pensava que ela só contracenava em novelas e seriados de tv. Essa foi nova. Amo todos os papel que ela interpreta.
    De todas as histórias, a de Ciro parece ser a melhor. Pelo simples fato que falar do romance com a esposa.

    Curtir

  19. Stéfani disse:

    Não sabia que ela escrevia livros! Mas vamos dar uma segunda chance, talvez no próximo ela melhore.

    Curtir

  20. Lana disse:

    Oi Nathalia, juro que nunca passou pela minha cabeça que ela tbm era escritora. Como você bem disse, vamos aguardar os próximos para dar uma opinião mais formada. Beijos !

    Curtir

  21. Oie, tudo bem? Vi sobre o lançamento do livro dela, mas não tinha visto o nome e não sabia o enredo. Acredito que hoje grande parte das pessoas pensam que podem escrever ou que possuem conteúdo para tal, ledo engano. Para escrever um best seller ou não é preciso sustentar a história, criar elementos fortes e cativar o leitor. Uma pena não ter dado certo pra ela. Beijos, Érika =^.^=

    Curtir

  22. Ingrid Raggio disse:

    Ia morrer sem saber que ela tinha lançado um livro. Todo mundo comete erros em suas vidas, tanto pessoal quanto profissional. Com certeza ela vai aprender cm esses erros e não vai cometer os mesmos no próximo livro. Eu gosto muito do trabalho dela

    Curtir

  23. Eu não sabia desse livro até vir aqui no seu blog. Não sou muito fã ultimamente da literatura nacional (alguns poucos que são mais desconhecidos se salvam) eu nem entendo isso, mas gosto mais da literatura estrangeira. Mas o enredo está cheirando muito a aquele filme antes de partir não exatamente igual pois não deve ter uma bucketlist, mas o enredo de mostrar como a maioria das esperanças, suposições e coisas do tipo são perdidas na velhice. Não sei se gostaria ler, talvez no futuro.

    Curtir

  24. Amanda disse:

    Olá. Sinceramente, eu acho meio complicado esse conceito de “falha”, ainda mais se tratando de uma escritora iniciante. Talvez não tenha sido tão bom, talvez tenha muito a melhorar, mas para ela pode deve ter sido um enorme feito publicar seu primeiro livro. Só esse ponto que eu quis ressaltar mesmo, mas gostei da sua resenha.

    Beijos!

    Curtir

  25. Me apaixonei pela tua escrita, que delícia de ler, guria!! ❤
    Esse livro, eu confesso que, nunca fiquei interessada em ler. E agora com a tua resenha, menos ainda. 😦 Livros monótonos que a narrativa não crescem durante a leitura não me agradam muito.. essas histórias citadas não me chamaram a atenção também.
    Muito obrigada pela resenha, amei!
    Ganhastes uma leitura assídua! ♥
    Beeeijos, By Morgana PZK

    Curtir

  26. Dud's disse:

    Puxa, que droga! Ela é tão talentosa como atriz, mas quem sabe se especializa e melhora isso da próxima vez 😦

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s